terça-feira, 24 de junho de 2014

Resenha de O meu pé de laranja lima por José Mauro de Vasconcelos



Resenha

“Matar não quer dizer a gente pegar o revólver de Buck Jones e fazem bum! Não é isso. A gente mata no coração. Vai deixando de querer bem. E um dia a pessoa morreu.” 

José Mauro de Vasconcelos, pg. 144 de O meu pé de laranja lima.

O livro nos conta um pouco da infância de Zezé, um menino fantástico com uma imaginação incrível e que poder ser tudo a bordo do galho do pequeno pé de laranja lima. 
Zezé tem apenas 5 anos, mas já é muito inteligente. Já aprendeu a ler, já vai a escola e já apronta todo tipo de arte. Por essa última razão todos costumam bater nele e dizer que ele "tem o diabo no corpo". Até mesmo seus irmãos mais velhos batem nele. Apenas Godóia o protege. Zezé é cuidado pela Godóia.

Zezé é um menino muito pobre. Seu pai esta desempregado. Sua mãe trabalha horas a fio. E ele mesmo, em muitas ocasiões, tem de sair para engraxar. 

Zezé tem alguns amigos. Alguns imaginários talvez. Ele sempre se lembra de seu irmãozinho Luís, que ele chama de Rei Luís. Ele tem sua professora a Dona Cecília Paim (que ele sempre leva uma flor, mesmo que imaginária), o seu Tio Edmundo, Xururuca (o seu pezinho de laranja lima), Luciano (o seu morcego) e o Portuga (que tem um papel fundamental em sua vida). 

O livro nos mostra o sofrimento de um menininho tão pequeno, mas que já conhece o amor, o sofrimento, a amizade, o remorso, a raiva... Um menino que perdeu tanto em apenas 5 anos de vida. E o mais interessante de tudo é que esse livro é autobiográfico. Inclusive nas dedicatórias do lemos que o livro é dedicado (parcialmente) a: 

"O Rei Luís, e minha irmã Glória;
Luís desistiu de viver aos vinte anos, e Glória
aos vinte e quatro anos, também achou que 
viver não vali mesmo.

Saudade igual ainda para Manuel Valadares 
que mostrou aos meus seis anos o significado 
de ternura..."

Essas pessoas citadas fazem parte da vida do personagem (zezé) e Manuel Valadares é o Portuga. 

Enfim, esse livro é belíssimo. Muito tocante. 

Filme x Livro

A adaptação de 2012 ficou muito boa.
Não vi as outras adaptações, mas essa mais recente foi bem fiel ao livro. 
Eu sinceramente gostei muito do trabalho que fizeram no filme. 
O ator que interpretou o Zezé (João Guilherme Ávila) fez um ótimo papel. Igualmente foi o José de Abreu como Portuga. 

Um ponto alto do filme foi a parte em que o Zezé imaginava em um cavalo ou no jardim zoológico. Pareceu tão real. O filme foi muito emocionante e é tão bom quanto o livro. 

Cena do filme. 

Minha opinião

Vocês já devem ter notado que eu amei o livro. 
Um livro infantil, com relatos biográficos, de narrativa simples e muito emocionante. 
Um livro realmente muito bom.
Recomendo a leitura. 


                                                                              















Dei 5 estrelas no Skoob e o favoritei.


6 comentários:

  1. Já ouvi muito falar deste livro.Parece ser muito bom mesmo,adorei sua resenha kk mais vontade de lê-lo

    Beijos

    https://www.youtube.com/watch?v=Etmn6eooMqc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim é muito bom :)
      Leia logo moça kkk

      Abraços ^^'

      Excluir
  2. Já ouvi falar muito bem desse livro e eu já o li, inclusive, mas faz tanto tempo (muito tempo meesmo) que eu nem sequer lembro da história.
    Mas adorei sua resenha, quero ler novamente algum dia!
    Abraço, Lerissa. :D
    lerissakunzler.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também já tinha lido e não lembrava nada.
      Daí comprei pra dar de presente pra minha irmã e acabei por reler rsrs

      O livro é muito bom ^^'
      Abraços.

      Excluir
  3. Conheci esse livro através do meu irmão, mas nunca tive oportunidade de ler, mas pretendo ler, um dia! hahaha

    Beijo!
    http://contos-de-duas-doidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia que é muito bom.
      Incrível *---*

      Abraços ^^"

      Excluir